E se você ….

Como já comentei em outros artigos, a visão que  temos da realidade a nossa volta, nada mais é do que uma representação pessoal e única da mesma, construída por nossas experiências e pelas avaliações que fazemos delas. Essas percepções e crenças pessoais, em geral, não  são a realidade.

Sabendo nisso, deve-se sempre, amplificar as percepções e avaliações, evitando aceitar o primeiro pressuposto que surge perante uma dada situação. Quando mudamos nossa forma de perceber,  toda a realidade ao redor também é alterada.

Então procure exercitar:

E se você … procurar ver apenas as qualidades naquela pessoa que te incomoda e te traz sentimentos ruins

E se você … experimentar dirigir por um novo caminho, talvez mais bonito, ou que passe em frente a um local que voce goste

E se você … sorrir para todos que encontrar hoje, todos mesmo.

E se você … analisar o problema como se ele fosse a solução

E se você … fosse a pé ou de bicicleta

E se você … usasse hoje uma combinação de roupas e cores que nunca usou antes

E se você … fosse comer em outro lugar

E se você … telefonasse para aquele amigo que não ve a anos

E se você … invertesse uma frase que sempre diz, por exemplo, “não aguento mais esse trabalho” por “adoro esse trabalho”ou “ estou aprendendo e crescendo com esse trabalho”

E se você … reciclasse tudo, materiais descartáveis, roupas, livros, pensamentos ….

E se você … decidir ignorar pequenas coisas que você acha que te irritam, como fechada no transito ou encontrar a toalha no chão do banheiro.

E se você … fizer algo que nunca fez que pode te ajudar a conquistar uma meta que você tem.

E se você … parar uns minutinhos de trabalhar para observar a janela.

E se você … escolher ser amigo de alguém que você ainda não conheça hoje

E se você … se der um pequeno presente , um que toque ao seu coração 🙂

Já entenderam, não é?

Procure sempre por outra forma de ver  e vivenciar as situações do dia a dia, uma forma diferente, e mais positiva do que a atual.

Quando mudamos nossa forma de perceber,  toda a realidade ao redor também é alterada. Experimente.

Anúncios

Ponto de Mutação

indicação de livro e filme

O nome do livro e filme foi extraído de um hexagrama do I Ching. Nele, Capra compara o pensamento cartesiano ao paradigma emergente no século XX. O primeiro é reducionista e modelo para o método científico desenvolvido nos últimos séculos. O segundo, holístico ou sistêmico, vê o todo como indissociável; o estudo das partes não permite conhecer o funcionamento do organismo.

As comparações são feitas em vários campos da cultura ocidental atual, como a medicina, a biologia, a arte, a psicologia e a economia.

O livro e o filme, não são faceis de acompanhar, principalmente no inicio, há a necessidade de uma entrega ao texto, como se você estivesse presente ao diálogo apresentado. É uma grande visão de futuro e de mudança de paradigma que todos deveremos aceitar. A física e a mecanica quantica estão aí para provar  que a visão Newtoniana era limitada e não explica o mundo em que vivemos. Na realidade, uma mudança de percepção que cada um de nós pode desenvolver, ou pelo menos refletir a respeito.

Livro: O Ponto de Mutação,
Editora: EDITORA PENSAMENTO- CULTRIX
Autor: Capra, Fritjof
ISBN: 8531603099
Edição: 1 º – 1987 – 452 pág.
Encadernação: Brochura

Filme:

Título: Ponto de Mutação
EAN: 7895233186507
Elenco: Ione Skye, John HeardLiv UllmannSam Waterstonce

Diretor: Bernt Capra
Estúdio: Versátil Filmes
Tipo de mídia: DVD
País de produção: Estados Unidos
Duração: 112 minutos
Formato de tela: Fullscreen 1.33:1
Preto e Branco/Colorido: Colorido
Idiomas: Inglês
Legendas: Português
Título Original: Mindwalk

Você poderá assisitir abaixo: