Hábitos de pensamento, emocionais e de ação!

Já citei algumas vezes que nossos pensamentos criam a nossa realidade, esses pensamentos quando incorporados criam hábitos.

Nossos hábitos fazem nossa vida. Na maior parte do tempo pensamos, sentimos e agimos conforme hábitos pré-adquiridos.

Vocês podem dizer,    “imagina!!!    Eu não sou um robô!!!”.
Mas temos sim hábitos de pensamento, hábitos emocionais, e hábitos de ação muito enraigados.

Vamos por partes:

Hábitos do pensar:  todas as deduções, pré-julgamento e crenças (aquilo que acreditamos ser verdade, apesar de nem sempre ser) que utilizamos no dia a dia são hábitos de pensamento. E quantos erros, injustiças e com certeza muita discussão já foi causada por conta disso!!!

Veja abaixo filmes sobre o perigo de deduzir apenas pelo que presenciamos.

Temos também o hábito, muito difundido hoje em dia, por causa da mídia, em pensar sempre na pior hipótese, no negativo, no que pode acontecer de ruim.
Esse hábito traz um grande poder implícito, o de que, o que pensamos , é atraido para nós, a tão comentada e verdadeira Lei da Atração.

Então aquela pessoa que só pensa em assalto, será assaltada. Aquela que pensa que vai pegar muito transito e fila, vai pegar muito transito e fila.
Em compensação aquela pessoa que pensa que está sempre protegida,  estará sempre protegida, e isso irá refletir em sua vida como um todo.

Verifique estatísticas reais e ficará impressionado com a proporção baixa de crimes, assaltos, sequestros em relação ao numero de habitantes. Claro, que o ideal é que reduzamos isso ao máximo, mas em questão de probabilidade, vemos que aquela pessoa que ja foi assaltada muitas vezes, deve, consciente ou incoscientemente estar atraindo isso.

Então, por que acontece com um e não com outro, será que não acontece apenas àquele que tem essa preocupação dentro de si? Vale a pena observar.

E quanto aos hábitos emocionais, esses então, são um perigo:
Conhece aquela pessoa que só por que alguém robou a vaga em que iria estacionar, já começa a esbravejar ou então a choramingar “por que isso acontece comigo? O que foi que fiz? …..” Já entra automaticamente num estado de coitadinho . Ai minha nossa!!!

Entrar no estado de coitadinho é muito comum também. Então , quando perceber que está entrando nessa,  pare de choramingar e vá em busca das soluções.
O que já passou, já passou, deixe lá trás.

Ou então aquela moça que por que encontrou a pasta de dente aberta sobre a pia do banheiro (talvez deixados lá pelo filho ou marido) já assume que aquele dia será péssimo, e se irrita e se sente muito mal. Que poder é dado para uma tampinha, não é?

Você consegue controlar seus sentimentos ou são eles que te controlam?

E as respostas automaticas que damos sem pensar: O marido pergunta – “quer sair para jantar fora?” e a mulher já descamba, “por que? O que vc fez de errado? Ta querendo me bajular? “ Muitas vezes ele só quer sair um pouco da rotina mesmo. Mas cadê clima depois disso?

Ah!! Os hábitos de ação. Os piores são os hábitos de não ação. Você cria uma lista linda que coisas que quer fazer no final de semana, quer arrumar o armário, depois sair para passear, e talvez visitar aquele velho amigo, ir ao cinema… Mas os hábitos, velhos hábitos,  e você é capaz de passar o dia todo em frente a TV ou no computador, pode?

Isso é muito grave por que são nossos hábitos que nos impedem de alcançar quem nós queremos nos tornar e os sonhos que queremos realizar.

Uma pequena mudança consciente nos hábitos nos leverá a grande resultados, experimente!!

Dá trabalho, mas vale a pena!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s