e se tudo for de outro modo?

nicolau copernicoHoje abri o Google, e vi que comemora-se 540 anos da data de nascimento de Nicolau Copérnico.

A humanidade passou séculos acreditando que o sol girava em torno da Terra até que Nicolau Copérnico colocou sua teoria de que os astros giravam ao redor do Sol.
Na época de seu lançamento, sua teoria foi criticada por ir contra conceitos estabelecidos nas comunidades científica e religiosa.
Seu trabalho demorou mais de 2 séculos para ser aceito e ele foi “redimido” pela Igreja apenas em 1978 por João Paulo II ( junto com Galileu Galilei).

Isso me fez pensar, hoje estamos ouvindo muitas teorias relacionadas à física e mecânica quântica e as pessoas questionam se isso é um fato ou não.
Se aceitarmos os conceitos propostos, nossa visão de mundo será totalmente alterada.
Devemos refletir :

– se podemos mesmo  vivenciar a quinta dimensão e estamos percebendo apenas a terceira por que é o que sabemos ver.
– se podemos transitar por universos paralelos (interiores ou não).

– se podemos nos libertar da escravidão do espaço tempo e criar com nossa mente a realidade futura.
Será que se nos concentrarmos em acreditar que é possível, não possamos começar a ver? quantico
Será que serão necessários mais 200 anos para que mudemos nossa concepção de vida e do mundo ao redor?

Coloco aqui apenas uma provocação.
Quantas crenças enraizadas temos em nossa vida que talvez não representem um fato real? Desenvolver um questionamento crítico que deixe em aberto a nossa mente para teorias e crenças diferentes que nos são apresentadas, tentar viver de forma ampla, experienciando e amplificando ativamente nosso pensar, sentir e agir, pode nos levar a detectar o que é fato, do que é crença pessoal.

Não espere por provas externas, elas podem demorar 200 anos para vir.

Liberte sua mente e vivencie!! Está tudo aí!

Anúncios

Nós somos o futuro!!!

Estamos nos desenvolvendo rapidamente!
Reconhecemos nosso poder de criar e alterar a realidade, sozinhos, em nossos pensamentos ou em conjunto, através de nossa ativa participação comunitária nos novos meios de comunicação e interatividade que surgem e estão evoluindo aceleradamente.

Os jovens que aí estão e que nasceram integrados a essa nova forma de percepção do mundo, estão conscientes de seu potencial de mudança, de sua força.

Deixo abaixo um filme sobre a relação de marketing e consumidores para um futuro, não muito distante. Finalmente consumidores ativos que não serão hipnotizados ou induzidos a comprar.