Nossos vícios emocionais

Muitas pessoas assumem determinados estados emocionais para ganhar algo que lhes falta.
A maior parte das vezes de forma inconsciente.

Então, se mostrando carente, ganham mais atenção; estando sempre infelizes, ganham a compreensão; causando uma briga ganhará o prazer da reconciliação; e assim por diante.
Ponto um – pense um pouco, você prefere estar ao lado de quem é um turbilhão emocional ou gosta de estar com pessoas leves, felizes, positivas, independentes? Você quer que as pessoas gostem de você de verdade ou prefere mantê-las numa rede emocional?
Ponto dois – as emoções que você inconscientemente cria para esses “jogos” tornam-se vícios, e aí quando você quiser se sentir bem, terá que fazer um enorme esforço para se libertar das emoções antigas.
Avalie com sinceridade suas relações e pergunte-se:
Eu , mesmo que sem querer, crio estados emocionais para ganhar algo direta ou indiretamente?
Quais as emoções são mais constantes no meu dia-a-dia?
emotionsComo podem ser melhores?
Existem momentos onde provoco, ciúmes, raiva, ou qualquer outro sentimento negativo em outras pessoas?
Quais as emoções quero encontrar nas pessoas com quem convivo?
O que sempre têm se repetido em minha vida nessa área?
Quais emoções quero transmitir a partir de agora para outras pessoas?
Como eu gostaria que as pessoas me vissem? Quem eu quero me tornar em termos emocionais?
O que posso fazer a partir de agora para conquistar o que eu quero em termos emocionais?
É de fundamental importância se sentir bem,  reflita sobre as questões acima.
Anúncios