Você não está na Matrix é a Matrix que está em você

MAtrixRepublico aqui o texto do Prof. Horácio Frazão sobre o que é Matrix.

“Você não está na Matrix é a Matrix que está em você.

Matrix é um sistema de crenças, condicionamentos e programas mentais ativos.
Infelizmente este sistema está bem ativo na grande maioria.

Você não sai da Matrix é ela que precisa sair de você, a partir de um intenso processo de desidentificação.

Ela estando ativa, você estará preso em padrões de pensamentos e emoções que o fazem retroalimentar situações dramáticas em sua cabeça sobre como será o seu futuro e, como consequência, você irá se repetir enquanto indivíduo e a sua realidade será re-editada “n” vezes repetindo o seu passado.

A maioria das pessoas divide 90% da sua atenção para combater o que se passa em suas cabeças, reforçando a Matrix e apenas 10% ao que está realmente acontecendo aqui-agora.

Muita energia é dispendida para combater os conteúdos gerados por esses programas egóicos em você. Viver sob constante ameaça da sua própria cabeça o torna refém dos centros primitivos cerebrais que o forçam a se comportar como um sobrevivente pronto para lutar ou fugir.

Tais situações dramáticas ficam o tempo todo entre você e a sua percepção da vida. Repare que neste contexto, você passa boa parte do tempo fora da realidade e passa a viver como se fosse apenas uma cabeça e não um todo integrado.

Quando você se debate com os dramas impostos pela cabeça você está apenas na sua cabeça desprovido da percepção do corpo. rainbow_matrix_by_genius_626-d6q1hqp

Vida é um campo infinito de possibilidades para que você se realize abundantemente.

Logo, você deve estar nela e não na sua cabeça.
Sem a influência da sua cabeça, você se torna um ser potencializado e energizado.

O segredo é aprender a se fixar em seu corpo.

Qualquer prática que o faça a se sentir no corpo poderá ser útil. Assim, você deixará de funcionar como apenas uma cabeça e passará a funcionar como um Todo integrado. Estar no corpo, presente, incorporado de si é a chave para desligar os programas em sua cabeça.

Como isso é possível?

Exercite a desaceleração. Escolha qualquer situação do seu dia para se permitir realizar algo de forma realmente mais focada e atenta. Na pressa você se ausenta. Agilidade não tem nada a ver com pressa.

Ao se desacelerar você ganha mais consciência, retorna para o corpo e volta a ser Todo.

Lembre-se, se o universo lhe fez eterno, isto significa que a evolução “pensa” em termos de longo prazo.

Paz e Consciência”
Publicação original

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=10201077740142256&id=1731019471&comment_tracking={%22tn%22%3A%22O%22}

 

Será que o universo é só uma simulação?

Estamos vivendo mesmo em Matrix?

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2014/03/1428922-sera-o-universo-uma-simulacao.shtml

Nosso universo pode ser uma grande Matrix

matrix“Nosso universo pode ser uma grande Matrix, demonstram físicos japoneses

O estudo feito por um grupo de físicos japoneses obteve provas contundentes. Segundo as experiências realizadas, tudo aquilo que podemos ver e tocar pode ser um gigantesco holograma, assim como no universo simulado do filme Matrix.

A demonstração foi feita com base na revolucionária teoria do físico Juan Maldacena. Em 1997, o argentino propôs um intrigante modelo do universo baseado em cordas mínimas, finas e vibrantes, responsáveis pelo efeito da gravidade que experimentamos na Terra.

O modelo de cordas matemáticas propõe uma existência em dez dimensões, sendo a nossa realidade (humanos de carne e osso) formada por um holograma, enquanto a real ocorre em universo plano, mais simples e livre de força gravitacional.

A Teoria de Cordas de Maldacena não teve muita recepção nos meios acadêmicos, especialmente por propor uma conciliação entre a Física Quântica e a Teoria Geral da Gravidade de Einstein. Ou seja, a teoria de Maldacena permite a resolução de problemas em ambas as teorias. Entretanto, ainda não havia sido possível obter uma prova definitiva que validasse a teoria do físico argentino.

Recentemente, o professor Yoshifumi Hyakutake, da Universidade de Ibaraki no Japão, conseguiu aprofundar os estudos da Teoria de Maldacena e concluiu que o físico argentino pode ter razão. Por um lado, calculou com sucesso a energia interna de um buraco negro, sua entropia e outras propriedades, com base na Teoria de Cordas. Por outro, calculou a energia interna do universo correlativo em uma dimensão plana e sem gravidade. Para surpresa geral, ambos os resultados coincidiram completamente. ”

Texto e link publicado no facebook por “Aldo Novak”

http://noticias.seuhistory.com/nosso-universo-pode-ser-uma-grande-matrix-demonstram-fisicos-japoneses