O que precisa morrer, para algo novo nascer?

Independente de conceito religioso, essa é uma excelente época para refletir sobre morte e renovação.

A natureza está sempre alternando entre essas duas forças.
A todo momento, células antigas morrem e novas nascem em seu lugar.

Nosso corpo, sempre que possível, procura a renovação, o equilíbrio, a cura.

Devemos aprender a fazer essa renovação, conscientemente em nossos pensamentos, sentimentos e ações.

Quais são os pensamentos que devemos deixar morrer, quais os novos pensamentos que devemos ter para uma vida melhor?

E quanto aos sentimentos e emoções, quais os que nos fazem mal, que nos atormenta e que devemos conscientemente dizer: “Essa emoção não serve para a vida que quero e mereço ter.
Quero e vou ter apenas sentimentos de paz, felicidade, prosperidade, saúde, segurança,…..

Vou buscar ferramentas e recursos que me apoiem nessa mudança que quero realizar”

E quanto às ações. Parece impossível, mas é verdade.
Volta e meia, sem pensar, tomamos atitudes que nos prejudicam,
e que desencadeiam uma sucessão de contratempos.

E quando nos sabotamos então!!!, queremos agir numa direção e agimos em outra!!!
Ou pior, ficamos ali, parados, sem ação, anestesiados, sem fazer algo que nos faça sentir bem e feliz!
Caimos na desculpite!!! Na preguiça!!! Na procrastinação!!!

Tudo isso, com certeza, deve morrer e dar espaço à motivação, à disciplina, ao prazer que se sente ao realizar ações que contribuem para nossa realização e prosperidade como um todo.

Quais as ações que você quer conscientemente eliminar na sua vida?

Quais as ações que você sabe que precisa realizar e anda protelando?

Faça uma lista de tudo que você quer deixar morrer e ao lado, tudo que você quer que nasça em sua vida, tanto pensamentos, quanto sentimentos  e ações e escolha agir nesse sentido.

Boa Páscoa a todos, muita renovação e luz a todos.