Mãe e princípio feminino no mundo

maeSentimos que o mundo passa por um transformação.
Uma busca por maior acolhimento, aceitação das diferenças, compaixão, amor não apenas por todos os seres humanos, e também por todas as formas de manifestação da natureza.

Não estamos mais querendo pagar o preço por um desgaste dos valores internos e da natureza de nosso planeta. Buscamos algo maior, mais elevado.

Há a necessidade de descobrir e desenvolver um maior princípio feminino, existente em todos homens e mulheres. O princípio de amor, de compreensão. A profunda gratidão, o fluir com a vida. Comece por ser muito, muito grata a sua mãe, nem que seja apenas por ter te dado a chance de estar vivo, consciente e atuando no mundo.

Quando nos harmonizamos com o feminino em nós e respeitamos a atuação do feminino no mundo, podemos criar, construir, inovar, conectar.

Em homenagem ao dia das mães deixo abaixo essa linda reflexão de Prem Baba.

Anúncios

Para o dia das mães

Ame, compartilhe, apoie, harmonize, perdoe, compreenda, por que mãe, não dura para sempre!

Aproveite o convívio com sua mãe. Se ele não for dos melhores, há uma razão.
Tenha a certeza de que ela está fazendo o melhor que poder perante suas
vivências do passado. E estou certa de que você também está fazendo o
melhor que pode. Falo com o coração aberto, eu tive muitos conflitos com
minha mãe e hoje, gostaria muito de tê-la ao meu lado, e de ter me harmonizado
com ela a mais tempo. Por isso, não perca tempo, divirta-se ,ame, curta, suplante
seus conflitos e dores com ela, por que ela não irá viver para sempre!!!

mae

Em direção à mãe!

Deixo abaixo um texto de Bert Hellinger, do livro “Êxito na vida, êxito na profissão” sobre  a relação entre filhos e mães:
“Quando alguém se alegra com sua mãe, também se alegra com sua vida e seu trabalho. À medida em que alguém  toma sua mãe totalmente com tudo aquilo que ela lhe presenteou tomando isso com amor, a sua vida e seu trabalho o presentearão na mesma medida  com sucesso.
Quem tem reservas com relação á sua mãe, as tem também em relação à vida e à felicidade. Assim como sua mãe se afasta dele (seu filho) como consequência de suas reservas e sua rejeição, assim  a vida e o sucesso se afastam dele.
Onde começa nosso sucesso? Começa com nossa mãe.
Como o sucesso chega a nós? Como pode vir? Quando a nossa mãe pode vir a nós e quando nós a honramos como tal.”

Devemos ser sempre gratos pelos dom da vida que nos foi dado por ela!

Feliz dia das mães a todas 🙂

 

Cético ou Lúcido!!!

Recebi hoje de uma amiga, via facebook uma pequena história que quero duplicar aqui.
Mostra bem como nosso entendimento depende diretamente de nossa percepção  e que, não temos como ver toda a realidade que está ao nosso redor.

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês.
O primeiro pergunta ao outro:

Você acredita na vida após o nascimento?

– Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos
aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que
seremos mais tarde.

– Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?

– Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui.
Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comeremos com a boca.

– Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É
totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente
uma

coisa: A vida após o nascimento está excluída – o cordão umbilical é
muito curto.

– Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco
diferente do que estamos habituados a ter aqui.

– Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento. O parto apenas
encerra a vida. E afinal de contas, a vida é nada mais do que a
angústia prolongada na escuridão.

– Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com
certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

– Mamãe? Você acredita na mamãe? E onde ela supostamente está?

– Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem
ela tudo isso não existiria.

– Eu não acredito! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não
existe nenhuma.

– Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la
cantando, ou sente, como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só
então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando
para ela…
.
(Desconheço Autoria)

Para mães de todas as idades

Se você é uma mãe nova, aproveita para guardar atentamente as imagens de seu  lindo bebê na memória, mas lembre-se de arranjar ao menos 10 a 20 minutos diários para dedicar-se apenas a você.
Pergunte-se “o que posso fazer nesse tempo para me amar mais, para ir em direção aos meus objetivos pessoais?”

Em geral, quando somos mãe, parece que tudo gira em torno dos filhos e , por vezes, deixamos de cuidar de nossas vidas, em prol unicamente do bem estar deles. E isso é muito importante. Por isso, estabeleça uma pequena rotina para atingir suas metas pessoais. Podem ser metas de bem estar, de saúde, de carreira, de aquisição de conhecimento, …

Dedique um pequeno horário na semana apenas a você, você merece!!

Criar os filhos , é a melhor e mais importante ação que realizamos, porém, não se anule em função disso.

Passamos a vida toda em torno dos filhos e, um dia , eles literalmente “somem”.
Ficam com os amigos, casam , viajam, e aí, fica um grande vazio.
Para as mães nessa situação eu digo : Deixem seus filhos “alçarem vôo”, você pode dar nova direção à sua vida.
Hoje existem  muitas oportunidades para quem está na meia idade ou além.
Acredite, você ainda pode realizar seus sonhos. Expanda seus horizontes, encontre novos caminhos e realize-se.

Venha fazer coaching.

Feliz dia das mães !!