Continua a carregar

Uma fábula do Zen budismo que se aplica ao nosso dia a dia

monge1Dois monges se preparavam para atravessar um rio, conhecido como o Rio da Discórdia, antes de subirem uma montanha, chamada de Montanha da Fé.

Um deles era novo e o outro velho.

Ao chegarem às margens do rio, os religiosos ficaram ao lado de uma moça muito bem vestida, que também queria chegar ao outro lado do rio, mas com um detalhe: sem se molhar!

Com um olhar, ela pediu ajuda ao monge mais novo.

Este desviou o olhar e seguiu pelo rio.

A mulher arrumou os cabelos, se abanou com um leque e dirigiu o seu pedido de ajuda com um profundo olhar para o monge mais velho.

Este não teve dúvida: pôs a moça nos ombros e atravessou o rio, carregando-a.

Do outro lado, satisfeita e seca, ela agradeceu o velho e olhou o mais novo com desdém.

Esse monge mais jovem olhou com indignação e raiva para o mais velho! O monge retribui aos dois com um olhar de compaixão e tranquila alegria.

Nem é preciso dizer que aquilo irritou ainda mais o mais novo!monge2

Os monges continuaram seu caminho rumo a Montanha da Fé. O novo carregava um semblante pesado e carrancudo e o velho levava com ele sua expressão de leveza e serenidade.

De acordo com as regras de sua fé, os monges não deveriam tocar as mulheres. Caminharam por horas, mas o monge mais novo ainda estava perplexo com a atitude do mais velho. Quando chegaram ao pé da montanha da fé, o jovem não agüentou mais e expressou seus pensamentos em voz alta:

– Você sabe muito bem que os monges não devem tocar as mulheres! Por que carregou aquela moça pelo rio?

– O mais velho olhou o mais novo com um semblante de alegria e desprendimento. Apenas respondeu: “Naquele momento, julguei que ajudar um outro ser humano sem julgá-lo fosse mais importante do que não tocá-lo. No entanto, eu larguei a jovem três horas atrás e a deixei às margens do rio. Por que você continua carregando a moça?”

O que você continua carregando que ficou lá atrás, no rio do passado?

Referências:

Contos Budistas recontados por Sherab Chödzin e Alexandra Kohn – trad. Monica Stahel – Martins Fontes, São Paulo, 2003
Ilustrações: Marie Cameron (in Contos Budistas – Sherab Chödzin e Alexandra Kohn – trad. Monica Stahel – Martins Fontes p. 24 e 25)

Anúncios

Workshop Comunicação Efetiva

stock-footage-montage-images-ambitious-young-business-people-cg-images-modern-global-communicationNunca houve como hoje, tantas formas diferentes de comunicação.
Será que estamos mesmo nos comunicando melhor? E pessoalmente? Estamos atingindo nossos objetivos em nossa comunicação?

Esse breve e transformador workshop apresenta uma abordagem breve sobre 3 ângulos da comunicação, com o uso de ferramentas coaching e PNL:

  • A comunicação consigo mesmo
    Como assim, devo aprender a me comunicar comigo mesmo?
    Nossas palavras formam nossos pensamentos que geram emoções que geram comportamentos que geram ações que geram resultados. Ao clarificar sua forma de pensar os resultados são imediatamente alterados para melhor.
  • A comunicação com o próximo
    Técnicas simples advindas da Programação Neurinlíguista e da Neurociência, torna fácil entender por que a comunicação as vezes não atinge seu objetivo e mostram como podemos nos comunicar de maneira efetiva : Rapport, sistemas representacionais, ouvir ativo, falar com clareza, eliminar distorções, diferenças entre os cérebros feminino e masculino, criando falas que atingem o alvo, aprender a dar um bom feedback e a se colocar no lugar do outro.
  • A comunicação com grupos
    Comunicação corporal, empatia, conexão, objetivo e solução, criatividade, flexibilidade, e sintese.

Esse excelente workshop contém apenas 9 vagas, inscreva-se enviando um email para andrea.bertoncel@gmail.com com nome, cel, email .
Valor – R$290,00 ou então 2 x R$ 155,00

Viver o agora

tempo2

Continuando a trazer técnicas que você pode utilizar para se sentir melhor, desestressar e desenvolver uma maior performance, hoje quero propor uma técnica para ampliar sua percepção.

Observe que na maior parte das vezes ainda persistem hábitos de pensar em situações que já aconteceram e que não podem mais ser mudadas, ou então em situações futuras (e nem sempre de modo positivo).
Você já parou para lembrar que você vive apenas nesse exato momento?
E que quando fica o tempo todo pensando no passado ou no futuro, você não pode aproveitar quase nada de sua vida que ocorre no momento PRESENTE?

Abaixo coloco mais uma incrível e transformadora técnica que poderá ampliar em muito sua percepção.

Sentindo o Agora em sua vida
 (inspirado no livro “Praticando o poder do agora” de Echart Tolle)

1. Continue a prestar atenção aos velhos padrões de pensamento que você constantemente repetia e que agora tem transformado a cada dia.

2. Quando você observa os seus pensamentos sem julgamentos, apenas observando, você começará a sentir sua própria presença no presente.
3. Essa conscientização não é um pensamento, mas algo que surge além.
Uma percepção.
4. Aí você passa a testemunhar seus pensamentos e a estar consciente de SI mesmo.
5. Ao se observar, uma grau maior de presença surge automaticamente em nossas vidas.

NO MOMENTO EM QUE VOCÊ PERCEBE QUE NÃO ESTÁ PRESENTE, VOCÊ ESTÁ PRESENTE. Está no AGORA.


6. Quando Você é capaz de observar sua mente, fica livre.
7. Observe sua mente, suas emoções, assim como suas reações perante o que acontece em diferentes momentos e circunstâncias.
8. Perceba com qual frequência sua atenção está no passado ou no futuro. 
9. Sem julgamento, nem análise, apenas observe.
10. Comecará a sentir-se sereno, e a sentir que é um observador silencioso.

Quando você sai do sério, se desequilibra perante uma situação emocional intensa, a tendência é que reaja de modo padrão, a mente assumi seu modo de sobrevivência.


Se você se identificar com a mente, dará maior energia a reação.
Enquanto que observar a mente retira a energia e acalma.
Experimente!

Se quiser baixar um pdf sobre esse assunto clique a seguir Viver o agora

Se quiser receber esse tipo de conteúdo direto no seu email clique aqui

Saúde e sucesso

 

Tomada de decisão

Você já se pegou sem referências para tomar uma decisão?

As vezes, precisamos tomar uma decisão rapidamente e sem ter todas as informações a respeito da mesma, o que , com certeza facilitaria o processo.

Hoje quero transmitir uma técnica muito simples e efetiva para que você possa agilizar seu processo de decisão e ação.

 TOMADA DE DECISÃO:

Quando tiver que tomar uma decisão e a dúvida estiver rondando seus pensamentos, preencha a tabela abaixo com muita sinceridade.

Qual a questão? ______________________________________________________________

Quais as opções :
A _________________________________
B________________________________________
C_________________________________
DECISAO

 

Ao terminar , releia o que foi escrito e verá que a solução saltará ao seus olhos e responda o que vou fazer ?____________________________________________
Quando?___________________________________________________________
Estou comprometido com a escolha feita? ________________________________

Clique abaixo para baixar um pdf mais completo sobre esse assunto

Tomada de Decisão

Leia também sobre o poder de decisão clicando aqui 

Se quiser receber esse tipo de conteúdo direto no seu email clique aqui

 

 

Saude e sucesso.

Se sentir bem agora

Ola a todos

acabo de criar um concurso. Enviem seus emails até o dia 21 de abril.

primeira sessao