6 passos para começar a mudar a sua vida

Você quer mudar, sabe que algo não vai bem, quer sentir que é o protagonista e criador de sua vida.

Não tem idéia de por onde começar?

Vou te ajudar com isso

O primeiro ponto que você deve seguir com muita atenção é o processo de eliminação e limpeza.
SIGA ESSA ORDEM.

  1. Comece por arrumar sua casa e seu local de trabalho.
    Ao organizar as coisas pense “ gosto desse objeto?” “ele faz eu me sentir bem?” se for algo bom, guarde e agradeça interiormente sentido como é bom tê-lo, se for algo que ter traz lembranças ruins ou sensação pesada, simplesmente jogue fora, mesmo que seja algo que guarda a séculos por que foi alguém carinhoso que deu. Se a energia do objeto não é boa, desfaça-se dele.
    Procure ter um sentimento de gratidão por tudo que você tem (mesmo que você ainda não esteja satisfeito com isso). Se frases ou sentimentos vierem a sua mente, escreva em seu caderno coaching, depois trabalharemos isso.
    Cuidado com alguns pensamentos, quando você guarda algo com medo de precisar no futuro, está atraindo escassez para sua vida. Desfaça-se, venda, doe, e quando precisar compra um novinho.
    Olhe para suas coisas, o que tem a ver com quem você está se tornando? O que não tem a ver? É algo que posso mudar agora? Dar uma outra cor, mudar de lugar, de comodo? Divirta-se, fique feliz com isso.
    Sugiro a leitura do livro: ” A mágica da Arrumação” de Maria Kondo
  2.  Perdão – Agora vamos aprofundar: faça uma lista das pessoas de que você guarda mágoas, pode ser uma grande lista – pequenas e grandes mágoas, rancores, invejas, ofensas,…. coisas que você ouviu a vida toda e que te atormentam, te deixam preso ao chão. Não te permitem voar. Perdoar não é esquecer, é se livrar da emoção que você tem arrastado toda sua vida.
    Adicionei aqui uma ferramenta de perdão do Coach Kau Mascarenhas

  3. Como estão os seus relacionamentos 
    Você consegue ser amoroso com as pessoas ao seu redor?, mesmo os mais desafiadores? EFT – Emotional Freedom Techniques – resumida
    Faça uma lista das qualidades dos que os rodeiam e comece a falar para as pessoas ou ao menos se lembre dessas qualidade delas, quando estiverem por perto.
    Se você não se d´á bem com alguém, lembre-se que essa pessoa está fazendo o melhor que pode, SIM ESTÁ, dentro da compreensão dela, quando tiver que se relacionar com essa pessoa, vibre mentalmente o ho’oponopono – sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. Isso cria uma energia de neutralidade, de solução, de amor.
  4. E o que você tem que perdoar a si mesmo?
    Faça uma lista e aqui você pode usar a tecnica do perdão acima, ou o ho’ponopono.
  5. Âmbitos familiares mal resolvidos, sensação de aprisionamento, de estancamento, pensar em alguém da família do presente ou do passado e sentir uma energia muito ruim, aconselho que faça uma ou mais sessões de Constelação Sistêmica.(tecnica criada por Bert Hellinger)
  6. A imagem que tem de si mesmo:
    Como você se vê você?
    quais os conceitos que tem sobre si mesmo, se tiver algo negativo, anote.
    Se vier uma imagem escura, sem cor, provoque mentalmente a luz e a cor.
    Comece também a anotar pensamentos e crenças negativas recorrentes.
    Hábitos que você quer eliminar, fobias, medos.
    Você pode iniciar essa limpeza usando EFT – Emotional Freedom Techniques

    Mas lembre-se de se amar como é com as coisas que quer melhorar em você também.
    Quando você muda, sua vida muda, dedique-se a essa limpeza com muito amor e dedicação.

    Esse é apenas o começo. Mas é a parte mais desafiadora e fundamental.

    Qualquer duvida, entre em contato.

    Se não conseguir sozinho, agende uma sessão sem compromisso, eu te auxilio a caminhar rumo a uma vida mais leve e feliz.

Anúncios

Destralhe-se

-“-Bom dia, como tá a alegria”? Diz dona Francisca, minha faxineira rezadeira, que acaba de chegar.
-“-Antes de dar uma benzida na casa, deixa eu te dar um abraço que preste!” e ela me apertou.
Na matemática de dona Francisca, “quatro abraços por dia dão para sobreviver; oito ajudam a nos manter vivos; 12 fazem a vida prosperar”.
Falando nisso, “vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada”. Já ouviu falar em toxinas da casa?
Pois são:
– objetos que você não usa,
– roupas que você não gosta ou não usa há um ano,
– coisas feias,
– coisas quebradas, lascadas ou rachadas,
– velhas cartas, bilhetes,
– plantas mortas ou doentes,
– recibos/jornais/revistas, antigos,
– remédios vencidos,
– meias velhas, furadas,
– sapatos estragados…


Ufa, que peso!
“O que está fora está dentro e isso afeta a saúde”, aprendi com dona Francisca. “Saúde é o que interessa. O resto não tem pressa!“, ela diz, enquanto me ajuda a ‘destralhar’, ou liberar as tralhas da casa…
O ‘destralhamento’ é a forma mais rápidas de transformar a vida e ajuda as outras eventuais terapias.
Com o destralhamento:
– A saúde melhora;
– A criatividade cresce;
– Os relacionamentos se aprimoram…


É  comum se sentir cansado, deprimido, desanimado, em um ambiente cheio de entulho, pois “existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos”.

Outros possíveis efeitos do “acúmulo e da bagunça”:
– sentir-se desorganizado;
– fracassado;
– limitado;
– aumento de peso;
– apegado ao passado…


No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga;Na entrada, restringem o fluxo da vida;Empilhadas no chão, nos puxam para baixo;Acima de nós, são dores de cabeça;
“Sob a cama, poluem o sono”.

“Oito horas, para trabalhar;Oito horas, para descansar; Oito horas, para se cuidar.”

Perguntinhas úteis na hora de destralhar-se:

– Por que estou guardando isso?
– Será que tem a ver comigo hoje?
– O que vou sentir ao liberar isto?

…e vá fazendo pilhas separadas…
– Para doar!
– Para jogar fora!

Para destralhar mais:
– livre-se de barulhos,
– das luzes fortes,
– das cores berrantes,
– dos odores químicos,
– dos revestimentos sintéticos…

e também…
– libere mágoas,
– pare de fumar,
– diminua o uso da carne,
– termine projetos inacabados.

Dona Francisca me conta que “as frutas nascem azedas e no pé, vão ficando docinhas com o tempo”.. a gente deveria de ser assim, ela diz
“Destralhar ajuda a adocicar.”

Texto de Carlos Solano

Enviado Por Soraya Felix – http://prosamagica.blogspot.com.br/

Avaliar e decidir!

Nessa época temos um impulso natural em avaliar o que realizamos no ano que passou. Isso ocorre naturalmente em todos os âmbitos. Limpamos nossos pensamentos que não servem mais. Damos a alguém objetos, roupas ,livros, e outras coisas cujo tempo em nos assessorar já passou. Repensamos se estamos no caminho certo com relação à àrea afetiva, profissional, de saúde, e se estamos respeitando nosso ritmo pessoal e equilibrio interior. Nessa época também sentimos a sensação de que pertencemos a algo maior, ao qual estamos conectados . Há uma luz, inerente ao clima tropical, mas também a nossa maior abertura em sermos mais fraternos, calorosos, amorosos.

Surge também um grande espírito de renovação.
Estabelecemos metas para o ano novo como se o ano novo tivesse o grande poder de nos modificar.

Será?

Somos nós que temos o poder de nos modificarmos, só nós.

Além de estabelecer o que se quer, é necessário encontrar a força interior e planejar as ações que nos conduzirão a efetivamente colocar em prática o que ficou determinado.

Para isso, seja claro  estabeleça sempre metas no positivo, com data marcada para realização, no qual o controle esteja com você, mensuráveis, desafiadoras e congruentes com seus valores internos.

 

Cabe aqui dizer  lembrar que devemos sempre valorizar o que foi realizado durante esse ano.
Mesmo quando o resultado não foi o esperado, houve o aprendizado, a maturação sobre o assunto, e isso poderá ser a guia para encontrar um melhor caminho.
Por isso, levante a cabeça, relfita sobre o que aprendeu, e decida o que fazer a partir daí, em direção ao futuro.

Princípio do vazio – Desapego

Você costuma guardar muitas coisas que nunca usa? roupas, utensílios, objetos?

Esse fato pode demonstrar muito o que você tem atraído para sua vida.

Você guarda por que:

– tem medo de precisar no futuro?- idéia de carência
– tem medo de não merecer algo novo ?- idéia de não merecimento
– acha que não será fácil de conquistar algo melhor ? idéia de incapacidade
– pensa que os objetos são o que você é – idéia de falta de identidade
– guarda emoções negativas- rancores, ódios, mágoas achando que isso um dia será vingado? – idéia de que perdoar é se subjugar , é ser inferior

e por aí vai.

O que você está atraindo para você? O que quer atrair? prosperidade? saúde? Pense nisso.

Doe e se desapegue emocionalmente, tudo que não usa e que não quer mais para sua vida!