Estamos no meio do ano

brainstorm1Esse ano está meio estranho.
Tem um ritmo duo, uma hora estamos esperando para ver como é que fica e outra hora trabalhando duro como nunca trabalhamos.

Expectativa e determinação são a tônica aqui.

Já estamos no meio do ano.

O quanto esse ano já te ensinou sobre suas buscas e metas?

O que você aprende quando o jogo externo influencia sua vida?

Como você mantém a perspectiva e o foco para o que você quer realizar?

O que você tem feito de diferente para criar novas oportunidades neste momento?

E principalmente, o quanto você tem ido na direção do que é realmente importante para sua vida?

Momentos de superação são ótimos, nos fazem crescer, buscar novos conhecimentos, parcerias, apoios. Nos tornam criativos, e nos coloca em maior atividade. Use sua criatividade. Procure por novas idéias.

Mude o que for necessário mudar. Sem apegos, sem receios.brainstorming

Por isso, aja, agora. O que falta? Como você pode seguir em frente com suas metas?
O que de novo pode ser implantado?

Confie em você e em sua capacidade.

E lembre-se, foque nas soluções, foque no que você quer!!!!

 

Anúncios

Problemas que se repetem

não maisDetectamos um problema que vive se repetindo em nossa vida.
(pode ser excesso de peso, falta de dinheiro, empregos inconstantes, ou qualquer outro….)

Ao analisar, conseguimos encontrar algumas opções para solucioná-lo.

Aí, achamos que em breve tudo será resolvido definitivamente.

Tomamos as primeiras iniciativas e… então… o tempo passa… os dias se vão… a rotina toma conta…. e simplesmente as ações modificadoras são esquecidas.

Logo o problema volta a ocorrer e o ciclo recomeça.

Às vezes a manifestação anterior do mesmo nem sequer havia sido resolvida, e há uma intensificação, um agravamento, criando uma bola de neve.

O que ocorre? O que fazer?

Muito hábitos estão fortemente enraizados, as mesmas ações são repetidas continuamente, sem que se tenha total consciência disso. 

Estes hábitos requerem força e motivação para serem mudados.

Para que o ciclo de problemas seja quebrado definitivamente, algumas condições mínimas são necessárias:

  • Detectar por que é importante que uma atitude consistente seja tomada a ID-100150766respeito.  Avaliar qual será o ganho se isso for resolvido?
    Qual será a dor, caso nada seja feito?
    Qual o arrependimento poderá ocorrer se tudo continuar como está?
    Encontrar a motivação (motiva a ação) é fundamental para o sucesso do processo de mudança.
  • Decisão – uma forte e consistente decisão interior deve ser tomada:
    não mais aceitar que o mesmo problema persista em sua vida.
    (lembre-se de quando você tomou uma decisão no passado? Aposto que não havia possibilidades de você mudar de idéia J)
  • Comprometimento – Estar totalmente comprometido, isto é, determinar que não haverá trégua enquanto a questão não for definitivamente superada – foco, determinação.
  • AGIR – determinar passos, mesmo que pequenos, que sejam constantes e que sigam na direção correta da mudança que se pretende realizar. Realizá-los com disciplina.
    Imagine, sempre que puder, como você estará ao resolver a questão.
    O que você irá sentir, ver, dizer para si mesmo após essa conquista.

Em resumo:

VALOR- PERDAS E GANHOS – MOTIVAÇÃO – DECISÃO – COMPROMETIMENTO FOCO – DETERMINAÇÃO – AÇÃO – DISCIPLINA

Caso não consiga fazer isso sozinho, contrate um coach, que será seu parceiro apoiador nesse processo de mudança.

Focar no que você quer

foco2Você já percebeu que quando começa a pensar em alguma coisa, começa a vê-la em todos os lugares? Você nunca tinha notado as crianças e lojas de nenê e, de repente fica grávida e vê isso em todo lugar. Ou então, pensa em comprar determinado carro e, pronto, parece que o trânsito fica qualhado de carros iguais ao que quer. Pensa em cortar o cabelo e começa a ver muitas pessoas com o mesmo corte que deseja.

Preste atenção, o seu cérebro escolhe perceber o mundo apenas no que você foca. Isso se chama Sistema de Ativação Reticular.SAR.

Recebemos a cada segundo de 2 a 25 milhões de bytes de informação, no entanto conscientemente só percebemos uma pequena fração destes estímulos,pois
não conseguimos processá-los simultaneamente na sua totalidade.
Portanto, NÃO VEMOS a realidade. Imagina quantas informações perdemos nesse processo, e isso é natural pois não teríamos capacidade de absorver tudo conscientemente.

Como então o cérebro escolhe o que captar? Seu cérebro filtra todas as informações que recebe e interpreta com relação às convicções que foram criadas por antigas vivências, trazendo à nossa consciência apenas aqueles que são relevantes a cada momento, isto é, Você atrai o que está no seu FOCO e a escolha é feita por repetição! Isto é, se você conscientemente não focar no que você quer, o cérebro escolherá ver o que já está acostumado a procurar.

Você já notou que quem tem medo de assalto ,vive sendo assaltado ou conhece um monte de gente que já passou por isso?

Tudo o que você pensa e sente atrai mais do que você pensa e sente!!
(Veja só onde mora o perigo !!!!!)

Esse mundo interior cria sua realidade, isto é, você interpreta o mundo que vê, e isso atrai para você as suas novas vivências, SEMELHANTES ÀS ANTERIORES.

e …assim, você cria a sua própria realidade.

O QUE VOCÊ NÃO FOCA,VOCÊ NÃO VÊ.foco

Isso faz com que obtenhamos sempre o mesmo resultado, pois tendemos a pensar sempre nas mesmas coisas.

Pessoas que focam em soluções obtém aí uma grande vantagem.
A medida que foco na procura de solução para uma dada situação, as opções começam a surgir como por mágica.

Pessoas que focam apenas em limitações e problemas, ou que reclamam o tempo todo, recebem mais de tudo isso e suas vidas se transformam num verdadeiro redemoinho de dificuldades.

As pessoas vêem e vivem aquilo que escolhem (ou não) ver.

No que você anda focando? O que anda atraindo repetidamente na sua vida?

O que você tem a perder por focar em algo melhor? Por focar no que você quer !!! Experimente!!

 

Porque fazemos o que fazemos e como fazê-lo melhor

Abaixo um pequeno video de Anthony Robbins sobre por que fazemos o que fazemos

A máscara do sorriso

Na China Antiga, um homem chamado Wong, se sentia hostilizado pelas pessoas da pequena aldeia onde morava.
Um dia o senhor Wong foi visitar o sábio da região e então desabafou: cumpro minhas obrigações para com os deuses,
sou um bom cidadão, um exemplar chefe de família, vivo praticando a caridade, por que as pessoas não gostam de mim? E a resposta do mestre foi simples: embora o senhor Wong fosse caridoso, o seu rosto sério levava a todos uma conclusão diferente. Embora ele fosse muito rico, era pobre de “alegria” e “cordialidade” e, por outro lado, nunca sorria, embora ajudasse as pessoas.

O sábio deu ao senhor Wong uma máscara sorridente que se ajustava perfeitamente ao seu rosto. Advertiu-o, entretanto, de que se algum dia a tirasse do rosto, não conseguiria recolocá-la.
No primeiro dia em que Wong saiu à rua, todos começaram a cumprimentá-lo e em pouquíssimo tempo já estava cheio de amigos.
Mas, um dia, chegando à conclusão que as pessoas não gostavam dele, mas da máscara, pensou: é preferível ser hostilizado, a ser estimado por uma máscara falsa. Foi até ao espelho e retirou a máscara sorridente.
Mas que surpresa… o seu rosto tornara-se também sorridente, assumira as expressões e o sorriso da máscara…
“O que você é internamente é uma conseqüência do que você mostra externamente”

Lenda chinesa

Quando queremos conquistar uma habilidade , competência, característica ou mesmo um sonho, o primeiro passo é “agir como se” . Agir como se já houvesse conquistado.

Ao assumirmos o “papel” do que desejamos atingir, isso se reflete e atraimos o que é necessário para que isso seja conquistado. Foco e atração.