Que perguntas você tem feito?

perguntasNão é o que acontece regularmente na sua vida que determina como você se sente e como age, mas sim a maneira como você interpreta as experiências na vida.
Em geral essa avaliação sobre o que ocorre é feita por perguntas que fazemos a nós mesmos ou que outrem nos fazem. Pensar é nada mais que o processo de fazer e responder perguntas e  nossas perguntas determinam a forma como pensamos.

Se você prestar atenção verá que está constantemente se fazendo perguntas.
Essas perguntas podem te fortalecer ou te enfraquecer.
Vou citar um exemplo: Você tem uma briga com seu marido (esposa).
Você pode se perguntar. “Porque ele(a) faz isso comigo? Será que ele(a) não gosta 
mais de mim?”  essas perguntas irão enfraquecê-lo(a)
e poderá perguntar: “O que posso fazer para evitar que cheguemos a isso
novamente? O que na nossa relação me traz felicidade?” Essas perguntas levam
a uma mudança de atitude, à solução e a percepção do que é bom no relacionamento.

Portanto, se queremos mudar a qualidade de nossas vidas, devemos mudar nossas perguntas habituais. Essas perguntas dirigem nosso foco, e assim como pensamos e sentimos. Experimente!

Anúncios

Aumentar a qualidade de vida

“Como as suas atividades do dia de hoje, aumentarão a sua qualidade de vida? . Mudanças de pequenos hábitos ou do foco mental podem fazer muita diferença.
Encontre uma pequena atividade que aumentará a sua qualidade de vida hoje e coloque em ação.
maio2013

Os dez mandamentos fundamentais para mudar o mundo – Ghandi

1. Mude primeiro você
2. Você está no controle
3. Perdoe e deixe ir
4. Sem agir você não vai a lugar algum
5. Cuide deste momento
6. TODO MUNDO É HUMANO
7. PERSISTA
8. Procure pessoas boas e as ajude
9. Seja congruente, seja AUTENTICO, seja seu REAL VOCÊ
10. Continue a crescer e evoluir

Cura para doenças autoimunes com o uso de vitamina D

Ola a todos, o foco principal de meu site é o coaching. Porém considero muito importante divulgar descobertas de cura que são simples, não trazem efeitos colaterais e contribuem para a melhora significativa da qualidade de vida dos pacientes.

Penso eu , que nosso corpo tem um sistema que tende sempre a cura e que as doenças são geradas por sentimentos e pensamentos que vão minando e corroendo nosso organismo.

Dessa forma, processos de cura naturais, energéticos e derivados de processos naturais do organismo, trazem cura sem causar maiores danos ao corpo e almas dos enfermos.

O video é um pouco longo, mas vale a pena ver.

Chega disso !! O poder de uma decisão !!

Todos nós já passamos por momentos onde resolvemos dar um basta na situação em que nos encontrávamos, quando ela não era favorável. Existe um ponto exato em que simplesmente decidimos que não vamos mais aceitar passar por aquilo de novo.

CHEGA!!!

Passamos então, a elevar nosso padrão, não aceitando nada que não esteja num mínimo determinado.

Cada decisão tomada, desencadeia uma sequência de fatos que nos conduz a uma nova direção. Isso irá  determinar como você se sente e também quem está se tornando.

Quando não agimos em relação às escolhas tomadas, é muito comum entrarmos num estado de conformismo e passar a viver com uma qualidade de vida muito abaixo do que merecemos e podemos conquistar. Nesse caso, é que não houve uma real tomada de decisão.

Porém , quando uma decisão nova e verdadeira é tomada de forma coerente e empenhada,  como num passe de mágica, simplesmente tomamos ações diferenciadas que nos levam quase que de imediato a uma nova situação, a um novo patamar de qualidade de vida.
Um foco concentrado nos faz descobrir recursos internos e estratégias que nem sequer imaginávamos que  existissem.

Usar o poder de decisão lhe dá a capacidade de vencer qualquer desculpa e modificar qualquer parte de sua vida num instante. Um verdadeira decisão não aceita qualquer outra alternativa, é uma atitude de total comprometimento na conquista de determinado objetivo.

Mas, o que nos faz tomar essa real decisão ? o que nos motiva a agir de modo que nunca havíamos pensado? O que nos dá coragem para arriscar o novo?

TUDO O QUE FAZEMOS É POR UM MOTIVO.
Nem sempre sabemos exatamente a razão, mas há uma força motriz por trás de todo comportamento. O que fazemos se deve à nossa necessidade de evitar mais dor ou ao nosso desejo de obter um maior prazer.

Na maior parte das vezes, as pessoas falam em mudar e escolhem o que querem fazer, mas não decidem realmente. Ficam frustadas e furiosas consigo mesmo, por que sabem que precisam agir, mas não conseguem.  É que acreditam que agir, naquele momento, será mais doloroso do que adiar.
O medo da perda é muito maior que o desejo de ganhar  (as vezes até temem perder a situação ruim atual).

A maioria das pessoas trabalha muito mais para conservar o que tem do que para correr os riscos necessários para conseguir o que realmente deseja.

Mas quando adiam muito, o que acontece? A dor torna-se maior. É por isso que acabam por chegar num momento insuportável onde a decisão se fortalece, pois o novo e o arriscar já se mostra menos doloroso do que a situação atual. Compreendendo  e utilizando essas  forças da dor e do prazer você será capaz, de uma vez por todas, criar mudanças duradouras e os melhoramentos que deseja.

Não espere pela situação extrema, escolha o patamar de vida que deseja conquistar a curto, médio e longo prazo e tome uma decisão agora. E lembre-se decisões verdadeiras são as que o levam a AGIR.